terça-feira, 17 de dezembro de 2013

Feliz Natal




O meu melhor para todos vocês que tem me acompanhado na trajetória deste blog!


                           





Agora deixo um até breve e me retiro para uma pausa...





Um enorme abraço com muito carinho,
Vania


sexta-feira, 13 de dezembro de 2013

Preocupada com os cabelos?




Adorei! Concordo, concordo mesmo...
A gente se prende muito, se tolhe, se segura...
Isso não pode, isso não fica bem, isso vai chamar atenção, vou ficar despenteada, desarrumada, amassada...
E daí? Como diz Ivan Lins na música "a gente merece ser feliz"

"Tudo que eu fiz
Foi ouvir o que o meu peito diz:
"Que apesar de toda magoa
Vale a pena toda luta
Para ser feliz"
Tudo que eu fiz foi seguir a mesma diretriz
Confiando e acreditando
Que na vida todo mundo pode ser feliz
É preciso crer no coração
Porque se não
Não tem razão de se viver
E eu quero ver
Nascer um tempo bom
Meu peito diz:
"Coração da gente é igual país"
Não deu certo uma mudança, você muda de esperança".


Um grande abraço
Vania

 

terça-feira, 10 de dezembro de 2013

Mais uma história de Sabedoria



                       

                        


O Escorpião " vale muito apena ler "

Um mestre do Oriente viu quando um escorpião estava se afogando e decidiu tirá-lo da água, mas quando o fez, o escorpião o picou.
Pela reação de dor, o mestre o soltou e o animal caiu de novo na água e estava se afogando de novo.
O mestre tentou tirá-lo novamente e novamente o animal o picou.
Alguém que estava observando se aproximou do mestre e lhe disse:

— Desculpe-me, mas você é teimoso! Não entende que todas às vezes que tentar tirá-lo da água ele irá picá-lo?

O mestre respondeu:
— A natureza do escorpião é picar, e isto não vai mudar a minha, que é ajudar.


Então, com a ajuda de uma folha o mestre tirou o escorpião da água e salvou sua vida.

Não mude sua natureza se alguém te faz algum mal; apenas tome precauções. 

Alguns perseguem a felicidade, outros a criam.
Preocupe-se mais com sua consciência do que com a sua reputação. Porque sua consciência é o que você é, e sua reputação é o que os outros pensam de você.
E o que os outros pensam, não é problema nosso... é problema deles.
Precisamos olhar mais para nós mesmos e deixarmos para lá a opinião dos outros.
Ninguém sabe na verdade quem somos, quantos tombos levamos, quantas vezes levantamos...
As dores que já vivemos e as lágrimas que derramamos...

Ninguém sabe com qual linha tramamos nossas vidas e quão frágil poder ser nosso destino...
Seja você mesmo sempre, porque o que tu és é o resultado de tuas lutas e caminhadas nesta vida...

Um grande abraço
Vania


sexta-feira, 6 de dezembro de 2013

Para reflexão


Este texto recebi por e-mail de uma querida amiga e aqui o coloco para compartilha-lo com vocês. 
É um texto que dispensa comentários mas, merece uma boa reflexão.
Aproveitem...


TÊNIS X FRESCOBOL




Depois de muito meditar sobre o assunto concluí que os casamentos são de dois tipos: há os casamentos do tipo tênis e há os casamentos do tipo frescobol.
Os casamentos do tipo tênis são uma fonte de raiva e ressentimentos e terminam sempre mal. 
Os casamentos do tipo frescobol são uma fonte de alegria e têm a chance de ter vida longa.


Explico-me.
Para começar, uma afirmação de Nietzsche, com a qual concordo inteiramente. Dizia ele: “Ao pensar sobre a possibilidade do casamento cada um deveria se fazer a seguinte pergunta ‘Você crê que seria capaz de conversar com prazer com esta pessoa, até a sua velhice?’ Tudo o mais no casamento é transitório, mas as relações que desafiam o tempo são aquelas construídas sobre a arte de conversar.”


Xerazade sabia disso. Sabia que os casamentos baseados nos prazeres da cama são sempre decapitados pela manhã, terminam em separação, pois os prazeres do sexo se esgotam rapidamente, terminam na morte, como no filme O Império dos Sentidos.
Por isso, quando o sexo já estava morto na cama, e o amor não mais se podia dizer através dele, ela o ressuscitava pela magia da palavra: começava uma longa conversa, conversa sem fim, que deveria durar mil e uma noites. O sultão se calava e escutava as suas palavras como se fossem música. A música dos sons ou da palavra - é a sexualidade sob a forma da eternidade: é o amor que ressuscita sempre, depois de morrer.
Há os carinhos que se fazem com o corpo e há os carinhos que se fazem com as palavras. E contrariamente ao que pensam os amantes inexperientes, fazer carinho com as palavras não é ficar repetindo o tempo todo: “Eu te amo, eu te amo...”
Barthes advertia: “Passada a primeira  confissão, ‘eu te amo’ não quer dizer mais nada”. É na conversa que o nosso verdadeiro corpo se mostra, não em sua nudez anatômica, mas em sua nudez poética. Recordo a sabedoria de Adélia Prado: “Erótica é a alma”.


O tênis é um jogo feroz. O seu objetivo é derrotar o adversário. E a sua derrota se revela no seu erro: o outro foi incapaz de devolver a bola. Joga-se tênis para fazer o outro errar. O bom jogador é aquele que tem a exata noção do ponto fraco do seu adversário - e é justamente para aí que ele vai dirigir a sua cortada - palavra muito sugestiva, que indica o seu objetivo sádico, que é o de cortar, interromper, derrotar. O prazer do tênis se encontra, portanto, justamente no momento em que o jogo não pode mais continuar porque.o adversário foi colocado fora de jogo. 
Termina sempre com a alegria de um e a tristeza de outro.


O frescobol se parece muito com o tênis: dois jogadores, duas raquetes e uma bola. Só que, para o jogo ser bom, é preciso que nenhum dos dois perca. Se a bola veio meio torta, a gente sabe que não foi de propósito e faz o maior esforço do mundo para devolvê-la gostosa, no lugar certo, para que o outro
possa pegá-la. Não existe adversário porque não há ninguém a ser derrotado.
Aqui ou os dois ganham ou ninguém ganha. E ninguém fica feliz quando o outro erra - pois o que se deseja é que ninguém erre. O erro de um, no frescobol, é como ejaculação precoce: um acidente lamentável que não deveria ter acontecido, pois o gostoso mesmo é aquele ir e vir, ir e vir, ire vir... E o que errou pede desculpas, e o que provocou o erro se sente culpado. Mas não tem importância:
começa-se de novo este delicioso jogo em que ninguém marca pontos...


A bola: são as nossas fantasias, irrealidades, sonhos sob a forma de
palavras. Conversar é ficar batendo sonho pra lá, sonho pra cá...


Mas há casais que jogam com os sonhos como se jogassem tênis. Ficam à espera do momento certo para a cortada. Camus anotava no seu diário pequenos fragmentos para os livros que pretendia escrever. Um deles, que se encontra nos Primeiros Cadernos, é sobre este jogo de tênis: “Cena: o marido, a mulher, a galeria. O primeiro tem valor e gosta de brilhar. A segunda guarda silêncio, mas, com pequenas frases secas, destrói todos os propósitos do caro esposo. Desta forma marca constantemente a sua superioridade. O outro domina-se, mas sofre uma humilhação e é assim que nasce o ódio. Exemplo: com um sorriso: ‘Não se faça mais estúpido do que é, meu amigo’.
A galeria torce e sorri pouco à vontade. Ele cora, aproxima-se dela, beija-lhe a mão suspirando: ‘Tens razão, minha querida.’ A situação está salva e o ódio vai aumentando.”


Tênis é assim: recebe-se o sonho do outro para destruí-lo, arrebentá-lo, como bolha de sabão... O que se busca é ter razão e o que se ganha é o distanciamento. Aqui, quem ganha sempre
perde.


Já no frescobol é diferente: o sonho do outro é um brinquedo que deve ser preservado, pois se sabe que, se é sonho, é coisa delicada, do coração. O bom ouvinte é aquele que, ao falar, abre espaços para que as bolhas de sabão do outro voem livres. Bola vai, bola vem - cresce o amor... Ninguém ganha para que os dois ganhem. E se deseja então que o outro viva sempre, eternamente, para que o jogo nunca tenha fim...

Rubem Braga
(Correio Popular, 1991 ou 1992)

Um grande abraço
Vania

terça-feira, 3 de dezembro de 2013

Aproveite mais a vida

   Obs: Meu texto hoje ficou com alguns defeitos, me perdoem, não consegui arrumar por pura incompetência internáutica!              

                                                                          
                           

Eu como mineira tive uma educação muito especial.
Uma moça em Minas tinha que saber bordar, tricotar, costurar, cozinhar, lavar, passar e manter uma casa sempre limpa e arrumada. Confesso que não consegui aprender tudo isso, era muito pra mim!

Minha mãe contava que a cozinha da mãe dela era tão limpa que se podia lamber o chão!
A filha da "Tradicional família Mineira" devia saber de tudo um pouco e ser uma exímia dona de casa!

Hoje eu penso que as mulheres deram valores diferentes a suas vidas, as prioridade são bem outras.
E eu acho que elas estão certas, há muito o que viver e aprender fora das quatro paredes de uma casa.
Tem vida lá fora!
Por isso que colei este texto aí, eu acho que tem tudo a ver:




                                 
Tire o pó se precisar.
Não deixe suas panelas brilharem mais do que você!!!! Não leve a faxina ou o trabalho tão a sério! Pense que a camada de pó vai proteger a madeira que está por baixo dela! 
Uma casa só vai virar um lar quando você for capaz de escrever "Eu te amo" sobre os móveis! 


Antigamente eu gastava no mínimo 8 horas por semana para manter tudo bem limpo, caso "alguém aparecesse para visitar" - mas depois descobri que ninguém passa "por acaso" para visitar - todos estão muito ocupados passeando, se divertindo e aproveitando a vida! 
E agora, se alguém aparecer 
de repente? 
Não tenho que explicar a situação da minha casa a ninguém... ...as pessoas não estão interessadas em saber o que eu fiquei fazendo o dia todo enquanto elas passeavam, se divertiam e aproveitavam a vida... 
Caso você ainda não tenha percebido: A VIDA É CURTA... APROVEITE-A!!! 

Tire o pó... se precisar... Mas não seria melhor pintar um quadro ou escrever uma carta, dar um passeio 
ou visitar um amigo, assar um bolo e lamber a colher suja de massa, plantar e regar umas sementinhas? 

Pese muito bem a diferença entre QUERER e PRECISAR !
Tire o pó... se precisar... Mas você não terá muito tempo livre... Para beber champanhe, nadar na praia (ou na piscina), escalar montanhas, brincar com os cachorros, ouvir música e ler livros, cultivar os amigos e aproveitar a vida!!!
                            

Tire o pó... se precisar... Mas a vida continua lá fora, o sol iluminando os olhos, o vento agitando os cabelos, um floco de neve, as gotas da chuva caindo mansamente.... - Pense bem, este dia não voltará jamais!!!
 Tire o pó... se precisar... mas não se esqueça que você vai envelhecer e muita coisa não será mais tão fácil de fazer como agora... E quando você partir, como todos nós partiremos um dia, também vai virar pó!!! Ninguém vai se lembrar de quantas contas você pagou, nem de sua casa tão limpinha, mas vão se lembrar de sua amizade, de sua alegria e do que você ensinou.
 AFINAL: "Não é o que você juntou, e sim o que você espalhou que reflete como você viveu a sua vida." 

Um grande abraço
Vania

quinta-feira, 28 de novembro de 2013

Nunca desista

     


           

Enquanto vivemos, acho que estamos sempre assim...
É bom que seja assim, se pararmos de querer nos reconstruir, corrigir e crescer, não vale mais a pena viver...

A vida nos obriga sempre a nos reerguer, levantar quantas vezes cairmos...
Enxugar as lágrimas e redescobrir um modo de sorrir...
Estancar o sangue e entender como curar a ferida...
Nos ver em total destruição e calmamente, lentamente, nos encher de força e fé e começar nossa própria reconstrução.

A vida é assim. 
Vamos vencendo as batalhas, rompendo barreiras, ganhando corpo e confiança...
Só sabe levantar quem já caiu..
Só sabe sorrir quem já chorou...

E como diria Chico Buarque em "Sonho impossível":
Não me importa saber
Se é terrível demais
Quantas guerras terei que vencer
Por um pouco de paz"

O importante é nunca desistir de ser feliz!

Um grande abraço
Vania





terça-feira, 26 de novembro de 2013

Acabando com o mau humor!


Alimentos x Mau Humor

Imagine poder interferir diretamente no seu humor do dia-a-dia apenas escolhendo os alimentos certos a serem consumidos. Sua dieta pode fazer muito mais pela sua família do que você imagina: Vitaminas e nutrientes podem se transformar em mais sorrisos, paciência, gentilezas e calmaria. Aproveite!

                          


ALFACE:Ótima para amenizar a irritação. O talo tem lactucina, substância que funciona como calmante. Além disso, é rica em fosfato. A falta desse elemento no organismo causa depressão, confusão mental e cansaço. Use e abuse, inclusive no preparo de sucos desintoxicantes, nas saladas cruas e nos chás terapêuticos.

BANANA: Pode acreditar, essa fruta, tão comum em terras brasileiras, diminui a ansiedade e ajuda a garantir um sono tranqüilo. Ela tem esses poderes por ser rica em carboidratos, potássio, magnésio e biotina. A banana também dá o maior pique porque possui vitamina B6, que produz energia. Não exagere, a banana por conter muita frutose acaba engordando.

                           

ESPINAFRE: A verdura contém potássio e ácido fólico, que previnem a depressão. Além disso, espinafre tem magnésio, fosfato e vitaminas A, C e do complexo B, que ajudam a estabilizar a pressão e garantem o bom funcionamento do sistema nervoso.

JABUTICABA: Essa frutinha contém ferro - que combate a anemia - e vitamina C, que aumenta as defesas do organismo. Suas vitaminas do complexo B agem como antidepressivos. Além disso, a jabuticaba é rica em carboidratos, que fornecem energia e, por isso, reanimam. Para que não prenda os intestinos, a cada 10 jabuticabas, mastigue (e ingira) uma com casca e tudo.

LARANJA: Rica em vitamina C, cálcio e vitaminas do complexo B, a laranja ajuda o sistema nervoso a trabalhar adequadamente. O cálcio, presente em sua composição, é relaxante muscular e combate o estresse. E essa fruta ainda é energética, hidratante e previne a fadiga. Opte por consumir a laranja em pedaços ou gomos, e evite tomá-la como suco. A laranja é rica em fibras (principalmente a pectina) que são muito benéficas aos intestinos.

UVA: Essa fruta tem boa dose de vitaminas do complexo B, que ajudam no funcionamento do sistema nervoso. A vitamina C e os flavonoides da uva são antioxidantes, que retardam o envelhecimento da pele e ajudam a combater o colesterol. Além disso, é energética. Use também nos sucos desintoxicantes e nas saladas verdes.

- Blue Life News.

Um grande abraço
Vania

segunda-feira, 25 de novembro de 2013

Corporativando


 Esta semana que passou, duas blogueiras fizeram um post sobre um filme muito interessante.
"Eu maior"

Vale a pena conferir, alem de conhecer os blogs destas duas queridas:

http://ladodeforadocoracao.blogspot.com.br/

http://blogdtina.blogspot.com.br/

A busca do auto-conhecimento, de saber a que viemos, porque e para que, nos leva a muitas reflexões que elas provocam em nós com muita categoria.
Somos parte de um todo e assim sendo é bom que nos coloquemos e nos posicionemos de acordo.
Qual é a nossa parte? Qual o seu pedaço do bolo?

Deixo maiores conclusões para quem se interessar e for lá visitar as meninas

Um grande abraço
Vania

sexta-feira, 22 de novembro de 2013

Vida após nascimento




Muito interessante .......
Gostei muito deste texto. Procurei e não encontrei o nome do autor.  Uma pena...
Uma abordagem esclarecedora e linda!
Depois de ler troque a palavra "mamãe" por DEUS e "nascimento" por MORTE

É uma boa maneira de nos fazer raciocinar, refletir e repensar...


            

O Cético e o Lúcido

No ventre de uma mulher grávida estavam dois bebês. O primeiro pergunta ao outro:

- Você acredita na vida após o nascimento?

- Certamente. Algo tem de haver após o nascimento. Talvez estejamos aqui principalmente porque nós precisamos nos preparar para o que seremos mais tarde.

- Bobagem, não há vida após o nascimento. Como verdadeiramente seria essa vida?

- Eu não sei exatamente, mas certamente haverá mais luz do que aqui. Talvez caminhemos com nossos próprios pés e comeremos com a boca.

- Isso é um absurdo! Caminhar é impossível. E comer com a boca? É totalmente ridículo! O cordão umbilical nos alimenta. Eu digo somente uma coisa: A vida após o nascimento está excluída - o cordão umbilical é muito curto.

- Na verdade, certamente há algo. Talvez seja apenas um pouco diferente do que estamos habituados a ter aqui.

- Mas ninguém nunca voltou de lá, depois do nascimento. O parto apenas encerra a vida. E afinal de contas, a vida é nada mais do que a angústia prolongada na escuridão.

- Bem, eu não sei exatamente como será depois do nascimento, mas com certeza veremos a mamãe e ela cuidará de nós.

- Mamãe? Você acredita na mamãe? E onde ela supostamente está?

- Onde? Em tudo à nossa volta! Nela e através dela nós vivemos. Sem ela tudo isso não existiria.

- Eu não acredito! Eu nunca vi nenhuma mamãe, por isso é claro que não existe nenhuma.

- Bem, mas às vezes quando estamos em silêncio, você pode ouvi-la cantando, ou sente, como ela afaga nosso mundo. Saiba, eu penso que só então a vida real nos espera e agora apenas estamos nos preparando para ela...

PENSEM NISSO..... NÃO É M A R A V I L H O S O ? ? ?

Eu nunca havia pensado dessa maneira. Adorei a forma utilizada para esclarecer uma dúvida que atormenta a maioria da humanidade.

Como achar que não exista vida após o nascimento??? Esta questão é a mesma de não acreditar em vida após a morte!!!

Tudo depende de um ponto de referência. Usar o óbvio para explicar o duvidoso.

Aliás... "O que é vida e o que é morte?



Um grande abraço
Vania

terça-feira, 19 de novembro de 2013

Deixe ir...



Abra as portas, as janelas, o coração...
Deixe ir, sair, fluir, vir...
Deixa...
Solta...
Espera...
Tudo tem seu tempo.
Não tente ter controle sobre tudo, você nunca terá...

A vida simplesmente acontece no tempo dela.
A flor desabrocha no momento de explosão de luz, aroma e cor.
A borboleta rompe o casulo no momento de maturidade natural, se provocada antes da hora se arrastará para sempre.
A criança só nasce no seu tempo dia e hora, prematura ou de tempo é no seu tempo...

Aguarda, tudo tem  seu tempo...
Esperar é confiar, acreditar, ter fé...

Quando a gente não atropela a vida, tudo dá certo, tudo acontece como deve acontecer...
Não se aflija, não tenha pressa, a hora certa vai chegar na hora certa...
É assim que é, por mais que a gente queira apressar as coisas, elas só acontecem quando querem ou quando devem.

Enquanto espera, viva!
Só isso.
Caminhe mas não deixe de apreciar a paisagem...
Não se "pre ocupe" apenas ocupe-se do que esta aqui agora.
Viva seu presente intensamente, cada momento, cada minuto, cada sorriso...
O depois só será bom quando for presente.

Um grande abraço
Vania

terça-feira, 12 de novembro de 2013

Esta triste hoje?

                                    


Hoje andei refletindo sobre a vida e o viver...
A gente esta sempre buscando alguma coisa, reclamando, esmorecendo, se perturbando por pequenos detalhes...

Olhando a natureza, observando os animais as plantas, é possível se aprender muito.
A vida simplesmente acontece independente de qualquer atitude ou pensamento, independente da sua dor, da sua revolta, da sua decepção, da sua tristeza...
A vida continua acontecendo, pulsando, criando, desenvolvendo a trama, produzindo frutos, parindo as crias, alimentando, matando a sede, iluminando e aquecendo...

                                            

Não pare, faça como a vida, continue.
Olhe adiante, para frente e para os lados.
Sinta cada perfume, cada aroma.
Olhe os campos, o mar, o céu...
A vida continua...                                        

Está triste hoje? Leia um bom livro...
Os livros tem poderes! Eles nos levam para longe, nos ensinam coisas, nos acalmam, nos acalentam...

Está triste hoje? Ouça uma boa música...
A música nos embala, nos alegra, nos ensina a silenciar e a sentir...

Esta triste hoje? Plante uma flor, uma erva, uma semente...
Tocar a terra trás energia, força, coragem...

                                   

Está triste hoje? Não pare, cante uma canção...
Quem canta seus males espanta e ainda enche o ambiente de harmonia e alegria...

Esta triste hoje? Amasse um pão, ou faça um bolo...
Fazer o alimento, alimenta a alma e faz bem ao coração...

Não fique triste, não pare, não chore...
Segue a vida e continue a pulsar junto com ela.


Um grande abraço
Vania

sexta-feira, 8 de novembro de 2013

Wabi-sabi

Um pouco de filosofia para quebrar a rotina.


                        




Vocês já ouviram falar da WABI-SABI?

Wabi-sabi é a visão japonesa que define a beleza encontrada nas coisas imperfeitas e incompletas.
Esta filosofia enxerga a beleza e a elegância que existe em tudo que é tocado pelo carinho do tempo.
É olhar para o mundo com uma certa melancolia de quem sabe que a vida é passageira e, por isso mesmo, bela.

"Wabi-sabi é otimista, vê  beleza onde pessoas menos criativas enxergam defeitos"

“Wabi-sabi cultiva tudo que é autêntico ao reconhecer três realidades simples: nada dura, nada é completo: nada é perfeito”, diz uma de suas definições.
Em termos mais coloquiais, wabi-sabi é o pacote completo; admite o defeito; revela a história, o desgaste e o sofrimento.
                                     
Quando você pendura uma foto no seu banheiro e o vapor faz suas pontas curvarem, isso é wabi-sabi. Quando a pintura da porta descasca ou uma aranha faz uma teia no canto da sua garagem ou a xícara de chá de sua vó ganha rachaduras que parecem fios de cabelo depois de três gerações de uso, isso é wabi-sabi.
 É também maleável. Quando algumas gotas de azeite mancham seu vestido limpinho no almoço, não se trata de um descuido, mas de uma magnífica imperfeição.
Quando um colega de classe pisa sem querer no seu tênis branco reluzente, deixando uma mancha cinzenta, isso é o tempo que se acelera.
E quando um garoto desajeitado arranca um naco de seu novo e adorado skate, e você tem 13 anos e ainda é inocente, isso é uma preparação para você cair no mundo real, em que as coisas inevitavelmente se desintegram.
Leonard Cohen resume bem a ideia: “Existe uma rachadura, uma rachadura em tudo. E é assim que a luz consegue entrar."


                                       

Enquanto para a cultura ocidental, uma ruga que denuncia certa idade, para os “wabisabistas” ela é a marca do tempo que deve ser contemplada, apreciada e nunca apagada. 

Jamie Brisick, em matéria especial para a revista Trip, afirma que Wabi-Sabi “é ver beleza onde pessoas menos criativas enxergam defeitos”.

Veronique Vienne, em seu livro "A Arte da Imperfeição" nos fala das formas de perceber a beleza que se esconde nas frestas do mundo perfeito que tentamos, sempre em vão, construir para nós.
Passamos muito tempo tentando caber nas molduras que inventamos para nós. isso quando escapamos de tentar vestir à força as expectativas que OUTROS criaram para NÓS.

Precisamos aceitar nossas falhas com a mesma graça e humildade  com que aceitamos nossas melhores qualidades. 
Comece perdoando a si mesmo.

Interessante não acharam?
Achei que é uma maneira mais saudável de ver e viver a vida.
O que vocês acham?

Um grade abraço
Vania


terça-feira, 5 de novembro de 2013

Como ser simplesmente feliz

"Todos os sentidos, sem sentido...

Sorrir com os olhos, falar pelos cotovelos, meter os pés pelas mãos. 
Em mim, a anatomia não faz o menor sentido. 
Sou do tipo que lê um toque, que observa com o coração e caminha com os pés da imaginação.
Multiplico meus cinco sentidos por milhares e me proponho a descobrir todos os dias novas formas de sentir. Quero o cheiro da felicidade, o gosto da saudade, o olhar do novo, a voz da razão e o toque da ternura.
Luto contra o óbvio, porque sei que dentro de mim há um infinito de possibilidades e embora sentimentos ruins também transitem por aqui, sei que devo conduzi-los com a força do pensamento até a porta de saída.
Decidi não delegar função para cada coisa que eu quero. 
Nem definir o lugar adequado para tudo de bom que eu sinto.
Nossos sentimentos são seres vivos e decidem sem nos consultar. 
A prova de que na vida, rótulos são dispensáveis e sentimentos inclassificáveis."

- Fernanda Gaona
                                                                             
                                                         

Adorei!
Vamos ser o que queremos sem nos preocupar com o que querem que sejamos.
A vida só é complicada porque nos preocupamos demais com o que pensam ou vão pensar, com o julgamento e a definição da sociedade.

Deixe-se ser. Simplesmente isso...
Deixe que os seus cinco sentidos te mostrem o caminho...
Ouça mais o seu coração, ele sabe muito mais do que você...
Fazendo o seu melhor não há erro e se houver, lembre se que o erro é ensinamento.
Aprenda todos os dias, cresça a cada movimento, desenvolva suas melhores habilidades sempre...
Sorria, sorria muito até chorar, são seus melhores momentos de descontração...
Chore o que tiver que chorar, chore tudo de uma vez, é seu melhor momento de limpeza...

Viva sem medo e com muita alegria, faça do seu jeito, vai sempre dar certo se você não se preocupar...
A sua única preocupação deve ser a de ser feliz sem prejudicar ninguém.
Simples assim.

Quando puder ajude, empurre, oriente...  Sem se esquecer para trás.
O ano esta chegando ao fim e novamente vem aquela vontade de rever conceitos, rever o que foi feito, o que não aconteceu, o que deu errado, o que faltou...

Todo ano é isso, porque a gente não aprendeu ainda a viver e a ser feliz...
Decida agora, tome uma atitude bem egoísta e pessoal:
-Vou ser feliz e pronto!

Lembre-se, seja você mesma e faça o seu melhor, só isso!
Seja simplesmente feliz!

Um grande abraço
Vania
 

sexta-feira, 1 de novembro de 2013

Lembranças da infâcia


Histórias da vovó

Quando crianças, meu irmão e eu ficávamos muito na casa de nossa avó paterna.
Ela era cega mas costurava muito. Fazia roupas para as crianças de um orfanato.
Todas as vezes que íamos para lá, ela nos pedia para fazermos seu estoque de agulhas e linhas, enfiávamos linhas compridas em milhões de agulhas, que ela colocava caprichosamente alinhadas em uma almofadinha que ficava dependurada na parede, e enquanto fazíamos nosso "trabalho"  ela nos contava histórias, o que adorávamos... Eu particularmente adorava as que falavam das princesas e terminavam com: "E foram felizes para sempre!"

                   

Foi através da minha avó que conheci João e Maria, Os Três Porquinhos, Branca de Neve e os sete anões, Cinderela, A Bela Adormecida, Rapunzel, O sapo e a Princesa, Pinóquio e todas as outras...

São lembranças coladas pra sempre no meu coração e nas minhas lembranças. as longas linhas enfiadas em agulhas espetadas na almofadinha e a voz da minha vó cheia de ternura e fantasia contando belas histórias.

Agora que sou avó, comecei a me lembrar destes momentos e a me preparar para também contar histórias mas, estou bem assustada pois me mandaram um e-mail dizendo que houve uma mudança na personalidade e na vida das princesas e que agora as histórias tem outro final.

Vou mostrar para vocês as novas versões e vão me dizer o que acham:

Os dois menores e MELHORES contos de fadas do mundo !


1.-) Conto de fadas para mulheres do séc. 21

Era uma vez uma linda moça que perguntou a um lindo rapaz:- Você quer casar comigo?Ele respondeu: NÃO!E a moça viveu feliz para sempre, foi viajar, fez compras, conheceu muitos outros rapazes, visitoumuitos lugares, foi morar na praia, comprou outro carro, mobiliou sua casa, sempre estava sorrindo e debom humor, nunca lhe faltava nada, bebia cerveja com as amigas sempre que estava com vontade e ninguémmandava nela.
O rapaz ficou barrigudo, careca, o pinto caiu, a bunda murchou, ficou sozinho e pobre, pois não se constrói nada sem uma MULHER.
FIM!
(Luís Fernando Veríssimo)

                       

2.-) Conto de fadas para mulheres do séc. 21

Era uma vez, numa terra muito distante, uma linda princesa independente e cheia de auto-estima que, enquanto contemplava a natureza e pensava em como o maravilhoso lago do seu castelo estava de acordo com as conformidades ecológicas, se deparou com uma rã.

Então, a rã pulou para o seu colo e disse: 
-Linda princesa, eu já fui um príncipe muito bonito. Mas uma bruxa má lançou-me um encanto eeu transformei-me nesta rã asquerosa. Um beijo teu, no entanto, há de me transformar de novonum belo príncipe e poderemos casar e constituir um lar feliz no teu lindo castelo. A minha mãepoderia vir morar conosco e tu poderias preparar o meu jantar, lavarias as minhas roupas,criarias os nossos filhos e viveríamos felizes para sempre...

E então, naquela noite, enquanto saboreava pernas de rã à sautée, acompanhadas de um cremoso molho acebolado e de um finíssimo vinho branco, a princesa sorria e pensava: 
-Nem Fu#*&"*!

FIM!

                           
E então amigos o que acham? 

Um grande abraço
Vania



terça-feira, 29 de outubro de 2013

Nota de falecimento


Já que estamos num momento "Halloween"...
                       



Faleceu ontem a pessoa que atrapalhava sua vida...

Um dia, quando os funcionários chegaram para trabalhar, encontraram na portaria um cartaz enorme, no qual estava escrito: "Faleceu ontem a pessoa que atrapalhava sua vida na Empresa. Você está convidado para o velório na quadra de esportes".

No início, todos se entristeceram com a morte de alguém, mas depois de algum tempo, ficaram curiosos para saber quem estava atrapalhando sua vida e bloqueando seu crescimento na empresa. 
A agitação na quadra de esportes era tão grande, que foi preciso chamar os seguranças para organizar a fila do velório.

Conforme as pessoas iam se aproximando do caixão, a excitação aumentava: - Quem será que estava atrapalhando o meu progresso? - Ainda bem que esse infeliz morreu!

Um a um, os funcionários, agitados, se aproximavam do caixão, olhavam pelo visor do caixão a fim de reconhecer o defunto, engoliam em seco e saiam de cabeça abaixada, sem nada falar uns com os outros. Ficavam no mais absoluto silêncio, como se tivessem sido atingidos no fundo da alma e dirigiam-se para suas salas.

Todos, muito curiosos mantinham-se na fila até chegar a sua vez de verificar quem estava no caixão e que tinha atrapalhado tanto a cada um deles.

A pergunta ecoava na mente de todos: "Quem está nesse caixão"?
No visor do caixão havia um espelho e cada um via a si mesmo...

Só existe uma pessoa capaz de limitar seu crescimento: VOCÊ MESMO!
Você é a única pessoa que pode fazer a revolução de sua vida.
Você é a única pessoa que pode prejudicar a sua vida.
Você é a única pessoa que pode ajudar a si mesmo.

 "SUA VIDA NÃO MUDA QUANDO SEU CHEFE MUDA, QUANDO SUA EMPRESA MUDA, QUANDO SEUS PAIS MUDAM, QUANDO SEU(SUA) NAMORADO(A) MUDA. SUA VIDA MUDA... QUANDO VOCÊ MUDA!

VOCÊ É O ÚNICO RESPONSÁVEL POR ELA."

Sem comentários...
Um grande abraço
Vania

quinta-feira, 24 de outubro de 2013

O manto da invisibiidade

           



Continuando no tema de se sentir melhor e buscar ser mais feliz, vou aproveitar este quadrinho que peguei no face book.

Li e gostei muito:


                   


Estou meio cansada daquelas pessoas que se acham as pessoas mais certas do mundo...
Elas sempre tem certeza que a gente esta errada
Elas sempre sabem o que é melhor para você
Elas sempre sabem o que você deve ou não deve fazer.

Uma amiga me contou que quando sabe que vai estar no mesmo ambiente que este tipo de pessoa,  antes de sair de casa pede a Virgem Maria que coloque sobre ela o manto da invisibilidade...
Achei ótimo, realmente dá vontade de ficar invisível em certas ocasiões...

Acredito sim que gentileza gera gentileza, que amor atrai amor, que é dando que recebemos...
Mas tem algumas pessoas que não mudam diante de nada, são tão prepotentes e arrogantes que ainda te chamam de idiota por ser gentil e amável com alguém.
Então nestes casos o melhor a fazer é usar o manto da invisibilidade e ser um pouco distraída e nem perceber que aquela pessoa esta por perto, rssss...

Não quero deixar de ser quem eu sou, não tenho certeza de nada mas estou sempre tentando acertar...
Não sei direito quando vou chegar mas, sei onde quero ir...
Não sei se mereço mas, sei o que quero e luto por isso sem ferir ninguém...
Sei que nada sei mas, sei que sou do bem.

Um grande abraço a todos
Vania


terça-feira, 22 de outubro de 2013

Vamos ser feliz hoje?




Você esta meio tristinha, meio magoada, um pouco infeliz?
Então vem comigo, vem se fazer feliz.                            
Não fica ai parada esperando que algo aconteça, que alguém te convide, que te mandem flores, que te chamem para dançar, que cantem aquela canção, que te elogiem...
Pula da cadeira e faça acontecer...

                 
                                     

É isso, seja você mesma, faça como você acha que é certo, viva como quer viver mas, viva feliz...
Cante, sonhe, dance, use seu melhor perfume...
Leia lindos poemas, escolhas os melhores autores e os melhores compositores...
Coloque flores em sua casa, pinte uma parede da cor que mais gosta...
Ponha aquela música para tocar e se convide para dançar...
Dance, dance, dance... até gargalhar cheia de alegria...

Cante, cante alto, aquela frase que diz " Quem canta seus males espanta" é verdadeira, por isso o KARAOKÊ, fez e faz tanto sucesso.
Cante, libere a voz, as emoções, os sonhos, a alegria que esta dentro de você.

Você consegue fazer isso?
Tem muita gente que nunca nem tentou.
Pois eu consigo. Basta estar sozinha em casa um pouco triste ou meio assim... Sabe?
Nada funciona mais do que cantar e dançar!
Dá uma alegria, um bem-estar, um bom humor...
Tudo fica mais colorido, a vontade de viver renovada, a disposição muda, é como um recomeço.

                            

Faça por você, se levante, se embale, se enfeite. Não fica ai esperando que alguém se aproxime e te estenda a mão, e te entenda, e te console, e te ampare, e te ajude...Não!
Faça por você o que gostaria que fizessem.
Se ame, se proteja, se elogie, se admire... Exalte suas qualidades para você mesma, veja quantas vitórias já conseguiu, quantas alegrias já proporcionou, quanto bem já fez, quanto amor já ofereceu...

                                           

Você é o máximo, esqueceu?
Você é uma "Garota Vintage!"

Um grande abraço
Vania

sexta-feira, 18 de outubro de 2013

Cuidar da beleza é sempre bom

Fim de semana chuvoso... Que tal aproveitar para cuidar da pele?

Adorei esta matéria! http://beleza.terra.com.br

Quero muito dividir com vocês. Tudo que é bom a gente compartilha e se é para ficar mais jovem e bonita, melhor ainda...
Vamos lá, eu experimentei a clara pura e achei muito legal.
Passei com um pincel na pele limpa e deixei por 20 minutos. Faz muita diferença.
Escolha a maneira que achar melhor.

Rica em colágeno, clara de ovo combate flacidez do rosto

Depois de décadas carregando a fama de inimigo da saúde, o ovo é considerado, hoje, um dos grandes aliados do bem-estar e da beleza. O melhor de tudo é que os benefícios não estão restritos à ingestão do alimento. Eles também aparecem quando se usa o ovo sobre a pele, como matéria-prima de tratamentos estéticos caseiros.
                                                  Clara do ovo deixa a pele mais firme porque é rica em colágeno e albumina, substâncias com poder de sustentação e efeito tensor  Foto: Shutterstock / Terra


Clara do ovo deixa a pele mais firme porque é rica em colágeno e albumina, substâncias com poder de sustentação e efeito tensor


“Quando aplicada no rosto por meio de máscaras faciais, a clara do ovo deixa a pele mais firme e aveludada porque contém colágeno (substância que dá sustentação à pele) e albumina, proteína com grande poder cicatrizante e que confere efeito tensor à cútis, deixando-a mais lisa e com menos flacidez”, explica Roberta Bibas, dermatologista pós-graduada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD).

E os benefícios não param por aí. O selênio, zinco e as vitaminas A e E presentes no alimento são antioxidantes e ajudam a prevenir o envelhecimento precoce da cútis. A clara do ovo ainda fecha os poros graças à lisozima, enzima que enfraquece as bactérias, uma das principais causas do problema.

Outra vantagem é que a máscara de clara de ovo pode ser aplicada sem medo. “Ela não apresenta contraindicações e nem efeitos colaterais”, diz Gustavo Galves, professor em Estética Integral, Massoterapia, Eletroestética e diretor da Estética In Foco, de São Paulo.

                                     

Aprenda a preparar a máscara caseira com clara de ovo e usufrua dos benefícios dessa poderosa arma para a manutenção da saúde e beleza da cútis.
Máscara de clara de ovo com morangos
Ingredientes

1 clara de ovo
2 morangos médios
1 colher (de café) de mel
Modo de preparo
Amasse os morangos com ajuda de um garfo. Em seguida, bata a clara do ovo. Adicione o mel e misture.
Aplicação
Antes de aplicar a máscara no rosto, passe um algodão embebido em soro fisiológico sobre a pele. Em seguida, espalhe a máscara e deixe agir entre 15 e 20 minutos. Depois, enxague com água morna. O processo pode ser repetido a cada sete dias.
“Além de ter as propriedades benéficas da clara do ovo, essa máscara facial conta também com os benefícios do morango, que combate os radicais livres e tem ação antienvelhecimento por ser rico em vitamina C e polifenóis, assim como o mel, um dos grandes responsáveis por melhorar a elasticidade e conferir um toque aveludado à pele”, explica Roberta.
É isso aí minha gente, vamos cuidar da nossa pele, adiar algumas coisas inevitáveis é sempre bom...
Um grande abraço
Vania

segunda-feira, 14 de outubro de 2013

Solitude ou quietude?

                              


Este fim de semana fiquei com meus botões por mais tempo.
É, resolvi trabalhar numa cabaça que já tinha muito tempo de espera no ateliê para virar uma boneca, e estes momentos me fazem pensar mais, porque fico muito tempo em silêncio, sem pensar em algo especifico só deixando a imaginação agir, fluir, sair de dentro de mim...

Alguns diriam que são momentos de solidão, eu não acho, porque solidão é quando você se sente só, e eu não estava só, estava ali comigo, com meus pensamentos, meus sonhos, minhas lembranças, minhas tristezas, amarguras, decepções, angustias...
Estavam comigo também minhas alegrias, meus sucessos, meus feitos, minhas criações, minhas conquistas, minhas realizações e meus muitos projetos...

Os pensamentos, quando deixados soltos, divagam, pipocam, pulam de um lado para o outro de uma época para outra, de grandes alegrias a grandes tristezas... Daquele  sucesso àquela decepção, uma grande viagem por toda a minha vida...

Não sei bem quanto tempo fiquei ali viajando nas idéias mas, no final me deparei com conclusões interessantes.
A vida começa devagarinho, a gente sabe tão pouco ou quase nada... Vai crescendo, levando uns tombos, uns empurrões,  apanha aqui, levanta ali, torna a cair e torna a levantar... E sempre nos sentimos injustiçados, que a vida não está sendo justa, fazemos tudo "direitinho" e nada dá certo, as coisas não acontecem...

Ai o tempo passa... E num momento como este que tive, a gente percebe como estava enganada.
Foi nos momentos dos tombos, dos escorregões, das pauladas, dos empurrões, quando mais cresci, quando mais aprendi.
Percebi que cada lembrança ruim que me vinha à mente, vinha em seguida a consequência e sempre era boa.

Como diz uma amiga e mestra, " até um chute na bunda nos empurra para frente" E não é que é?

As boas lembranças passavam ligeiras, sem ruido, sem chamar muita atenção, discretas... eram só figuras de uma vida, sombras do que vivi...

Comecei a olhar meus sofrimentos, meus percalços, minhas dores de outra forma... Na verdade elas foram muito  importantes na minha vida, porque fizeram com que eu me tornasse o que sou hoje.
As alegrias, as coisas boas, foram consequências, foram recompensas, foram refrigério e foram muito importantes na medida que me fortaleceram para enfrentar as lutas que ainda viriam...


                               
                   

A vida é sábia professora e ai de nós se não aprendemos depressa... As aulas quando precisam ser repetidas, são mais pesadas...

No final, a boneca de cabaça não ficou pronta, mas fiquei feliz pelo tempo que passei comigo mesma, acho que aprendi bastante.

Um grande abraço
Vania

sexta-feira, 11 de outubro de 2013

Palavras de Maitê



Adorei este texto e tenho certeza que muitos de vocês também vão pegar pra si e guardar para "certas horas", KKKKK







                     


                         














"Estamos envelhecendo, estamos envelhecendo, estamos envelhecendo, só ouço isto. No táxi, no trânsito, no banco, só me chamam de senhora.
 E as amigas falam “estamos envelhecendo”, como quem diz “estamos apodrecendo”. 
Não estou achando envelhecer esse horror todo. Até agora. Mas a pressão é grande. Então, outro dia, divertidamente, fiz uma analogia.

O queijo Gorgonzola é um queijo que a maioria das pessoas que eu conheço gosta.
Gosta na salada, no pão, com vinho tinto, vinho branco, é um queijo delicioso, de sabor e aroma peculiares, uma invenção italiana, tem status de iguaria com seu sabor sofisticadíssimo, incomparável, vende aos quilos nos supermercados do Leblon, é caro e é podre.
É um queijo contaminado por fungos, só fica bom depois que mofa. 
É um queijo podre de chique. Para ficar gostoso tem que estar no ponto certo da deterioração da matéria.

O que me possibilita afirmar que não é pelo fato de estar envelhecendo ou apodrecendo ou mofando que devo ser desvalorizada.

Saibam: vou envelhecer até o ponto certo, como o Gorgonzola. Se Deus quiser, morrerei no ponto G da deterioração da matéria. Estou me tornando uma iguaria. Com vinho tinto sou deliciosa.

Aos 50 sou uma mulher para paladares sofisticados. Não sou mais um queijo Minas Frescal, não sou mais uma Ricota, não sou um queijo amarelo qualquer para um lanche sem compromisso.
Não sou para qualquer um, nem para qualquer um dou bola, agora tenho status, sou um queijo Gorgonzola."


Maitê Proença

Um grande abraço a todos, principalmente aos queridos "queijos gorgonzolas"
Vania



terça-feira, 8 de outubro de 2013

Aprendendo para crescer sempre




Um dia eu vou dizer isto de verdade!
                         

                      
                               
                       
Me desculpem mas, hoje eu precisava de um texto como este.

Hierophant -  Um conto Oriental

* Viver como as flores *

-"Mestre, como faço para não me aborrecer?Algumas pessoas falam demais, outras são ignorantes.Algumas são indiferentes.Sinto ódio das que são mentirosas.Sofro com as que caluniam".

- "Pois viva como as flores!", advertiu o mestre.
- "Como é viver como as flores?" Perguntou o discípulo.
- "Repare nestas flores", continuou o mestre, apontando lírios que cresciam no jardim.

"Elas nascem no esterco, entretanto são puras e perfumadas.Extraem do adubo malcheiroso tudo que lhes é útil e saudável, mas não permitem que o azedume da terra manche o frescor de suas pétalas.É justo angustiar-se com as próprias culpas, mas não é sábio permitir que os vícios dos outros o importunem.

Os defeitos deles são deles e não seus.Se não são seus, não há razão para aborrecimento.Exercite, pois, a virtude de rejeitar todo mal que vem de fora.Isso é viver como as flores.


                                  

Leio e releio e ainda não consegui eliminar aquele sentimento doído de dentro de mim.
Não sei se é mágoa, tristeza, revolta ou sentimento de menos valia...

Quero sim ser como os lírios, mas ainda não consegui evitar que minhas pétalas não sejam manchadas com certas palavras e gestos que me ferem tão profundamente.

Mas de uma coisa eu tenho certeza, estou evoluindo porque já consigo não sentir raiva. Acho isso um grande passo porque antes eu ficava com muita raiva de quem me magoava, hoje já consigo entender que a pessoa em questão não teve a intenção de me magoar, talvez nem saiba que me magoou, nem percebeu o que disse ou fez...
Eu é que ainda sou muito "delicada e sensível" e me magoou facilmente...

Não sei vocês, mas eu continuo caminhando na busca de um dia me tornar  um lindo Lírio do Campo.

                                

Um grande abraço
Vania

sexta-feira, 4 de outubro de 2013

Falando do meu trabalho



"No meio do caminho tinha uma pedra", não, tinham muitas pedras...


                      Foto: Mais um trabalho concluído que me deixou feliz!


Não gosto muito de falar do que faço mas, nossa amiga Nadja, http://nadja-cacarecos.blogspot.com.br/,
fez uma postagem sobre as pedras brasileiras e resolvi pegar carona no post dela e falar um pouco do meu trabalho com estas pedras.

As pedras além da beleza, tem energias próprias e especiais. Trazem da terra o que há de melhor...
Assim como os aromas e as cores, elas nos transmitem energias de cura, de alegria, de paz. de harmonia, de proteção e muito mais...
Além disso, precisamos conhecer e valorizar o que é nosso. Os estrangeiros são apaixonados por essas pedras e por qualquer trabalho feito com elas.
Vejam só a qualidade e o poder destas pedras:

                                 
                                    


ÁGUA MARINHA - diminui o medo anti-natural, harmoniza o ambiente, além de suavizar e acalmar os problemas emocionais

AMETISTA - uma das melhores pedras para meditação por possuir raio violeta, pode ser utilizada a fim de induzir um estado meditativo. Também ajuda a transmutar energias, emoções e pensamentos negativos em positivos.

ESMERALDA - propicia equilíbrio físico, emocional e mental, além de ativar a memória e o subconsciente

HEMATITA - importante elemento no processo de cura, pois alivia a dor e cura feridas

LÁPIS-LAZULI - purifica o sangue, fortalece o sistema imunológico, e também auxilia no tratamento contra depressão

OLHO DE TIGRE - centraliza as energias e ajuda a mente a focar seus objetivos

ÔNIX - protege contra mau olhado, além de melhorar o controle sobre suas emoções

QUARTZO AZUL - promove paz e tranqüilidade é muito usado para abrir o chakra do coração

QUARTZO BRANCO - potencializa a capacidade de concentraçãoMental, além de refletir a luz da paz

TOPÁZIO - excelente para processos de cura de doenças hemorrágicas e mentais

TURMALINA NEGRA - protege contra energia negativas

TURMALINA ROSA ou RUBILITA - pertence ao chakra do coração, utilizado para meditação auxilia o coração a se curar de mágoas passadas e voltar a confiar no amor

TURMALINA VERDE - purifica e fortalece o sistema nervoso, além de aumentar a capacidade de projetar, criar e manifestar soluções para problemas pessoais

TURQUESA - ajuda a dominar o ciúme e a infidelidade, aplaca o ódio e alivia
enxaqueca

Eu faço essas mandalas usando toda a energia destas pedras. É um trabalho difícil, demorado mas, extremamente prazeroso.
Cada uma delas, é como um filho que ponho no mundo e me sinto muito feliz quando concluo um trabalho como esse.
Outras mandalas feitas por mim:

                                                 




                                                      



                                                                     
                                                                      


É isso,um trabalho feito com paciência, delicadeza, concentração e muito amor.
Agora vocês conhecem  um pouquinho mais sobre as pedras e sobre mim...
Um grande abraço
Vania